Galera Galera Junior Galerinha Record

Visibilidade trans ganha espaço na literatura jovem
publicado em 12.06.2015

O número de autores que escrevem para um público YA sobre personagens trans tem aumentado e, felizmente, tem preenchido um espaço ainda vazio na literatura, de acordo com uma recente matéria no New York Times. Há alguns anos, raramente a temática trans era direcionada a um público de crianças e jovens. No entanto, esse tabu vem sido desconstruído com a ajuda de séries como Orange Is The New Black e Transparent, além de livros como o nosso futuro lançamento George, de Alex Gino. Dentro da matéria, há uma declaração de David Levithan sobre a discussão de um espectro de gêneros, e não mais a binaridade masculino/ feminino: “Na nossa cultura, isso permanecia nas sombras, mas, repentinamente, as pessoas vêm falando sobre o assunto. Na medida em que a cultura começa a reconhecer os transgêneros e reconhecê-los como parte da nossa sociedade, a literatura reflete esse processo”. O próprio Alex Gino declara: “Eu escrevi [George] pois é um livro que eu queria ter lido. Eu quero vozes trans contando histórias trans”. Nós estamos ansiosos para contar essa história!

Produzido por Animático